NOTÍCIAS

Policial atacado por abelhas volta ao trabalho 21/02/2016
Após três meses de afastamento devido a um ataque de abelhas, o policial militar Cabo Sobrinho voltou ao trabalho na manhã de ontem em Franca. O policial foi atacado por um enxame de 300 abelhas durante o atendimento de ocorrência de roubo. Na manhã de sábado (20), Cabo Sobrinho conversou com a reportagem do Franca Noticias e relatou o período difícil que passou no final de 2015. Recuperado das lesões causadas pelas inúmeras picadas de abelhas, o policial disse que algumas sequelas ainda ficaram, hoje, Cabo Sobrinho tem que fazer uso de medicamentos para o coração e para o controle da pressão arterial que foi afetada pelo ataque.

O Policial relembrou o dia do ataque e disse que se lembra até o momento em que entrou na Santa Casa. “Quando caí no chão, sem condições de me defender, pedi a Deus que não deixasse morrer”, relatou o policial. No dia 20 de novembro, Cabo Sobrinho e outros policiais militares foram atender uma ocorrência de roubo a um estabelecimento comercial no bairro Santa Adélia. Os assaltantes tentaram fugir através de uma mata nos fundos do bairro e os policiais iniciaram uma perseguição.

Praticamente no meio da mata, Sobrinho foi atacado pelo enxame de abelhas. Aproximadamente 300 abelhas atacaram o policial que tentou se proteger. “Eu tentei corre, não consegui, minhas pernas e braços travaram e senti meu corpo queimar e inchar”, disse.
Caído no chão, quase perdendo a consciência, sobrinho foi socorrido por colegas da Polícia Militar e levado pelo resgate até a Santa Casa. “Me lembro de entrar na Santa Casa, eu via tudo mas com muita dificuldade”, relatou.

O policial chegou a ficar seis dias em coma, teve complicações nos rins devido ao veneno das abelhas. Familiares se uniram em oração e policiais militares compareceram praticamente todos os dias para visitar o colega. Na entrevista, Cabo Sobrinho agradeceu o apoio da família e dos amigos da corporação da Polícia Militar. “Todos foram muito importantes neste momento tão difícil, não tenho palavras para agradecer o carinho e as orações”. Finalizou.

Os profissionais da Santa Casa e populares que também se comoveram com a situação do policial, também foram lembrados por Sobrinho. De volta ao trabalho, O Cabo da PM trabalhou durante todo o dia de ontem em companhia do policial Cabo Pimentel e juntos prenderam dois jovens que estavam furtando um supermercado.
“Agradeço a todo e estou de volta para ajudar a comunidade”, disse. 
FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite