NOTÍCIAS

Idoso morre de infarto e família acusa negligência 20/01/2016
A família de um aposentado de 60 anos acusa negligência dos médicos do Pronto Socorro Municipal na morte do homem que aconteceu no inicio desta semana. Segundo familiares, Laureano Peixoto estaria procurando atendimento médico desde quinta-feira da semana passada, com dores no peito e nenhum exame foi realizado no paciente que acabou morrendo em casa enquanto tomava banho. 

A morte de Laureano Peixoto foi o primeiro caso neste ano em que o pronto socorro Álvaro Azzuz esta sendo acusado. No ano passado foram várias denuncias de negligência no atendimento a pacientes, todos os casos ainda continuam sendo investigados pela Secretaria de Saúde. 
A família de Laureano Peixoto relatou que na semana passada, o aposentado foi ao pronto socorro se queixando de fortes dores no peito, segundo ele mesmo disse  a irmã, o médico que o atendeu chegou a prescrever um remédio para torcicolo e o liberou. 

Desde este dia, o aposentado voltou a unidade de saúde por mais uma vez e de novo não foi realizado nenhum exame no paciente. No final da tarde da última segunda-feira, Laureano que era natural da cidade de Ibiraci, mas morava em Franca, passou mal durante o banho e caiu. 
Parentes correram para socorrê-lo, mas ele deu entrada no pronto socorro já sem vida. Inconformados com a situação, os familiares registraram um boletim de ocorrência na Polícia civil onde pedem esclarecimentos sobre a morte e acusam os profissionais do pronto socorro de negligência. 

O caso será investigado pela polícia que deverá abrir inquérito para apurar a morte e chamar os médicos para depor. A Secretaria de Saúde de Franca ainda se manifestou a respeito do caso. 

FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite