NOTÍCIAS

Balsas paradas: Delfinópolis decreta estado de emergência 29/11/2015
Após as principais balsas que fazem a travessia na Represa de Peixotos, em Delfinópolis (MG), serem lacradas nesta quinta-feira (26) durante uma fiscalização da Capitania dos Portos, a Prefeitura Municipal decretou estado de emergência na cidade.O prefeito, Pedro Paulo Pinto, disse também que vai recorrer à Justiça para que as balsas voltem a operar, mesmo que provisoriamente.

"O prejuízo é muito grande. Nós estamos praticamente com uma balsa só com capacidade dela de cinco veículos. Caminhão pesado não passa nem ônibus. Eu tenho aqui transporte para pacientes. Eu tenho a linha regular que tem que levar as pessoas, pois nos dependemos dessa travessia, e somos um dos maiores produtores de banana do estado e esta tendo uma complicação e um prejuízo muito grande no município", explicou.

Para o prefeito, a medida é uma maneira para que a cidade recebe atenção do governo. "É um socorro que nosso município está pedindo para que os órgãos do governo olhem por nossa Delfinópolis aqui, pois a dificuldade está grande, e recursos o município não esta tendo quase nada."

Irregularidades

A vistoria apontou irregularidades com a documentação e manutenção em duas das três balsas usadas no município. A usina de Furnas é a responsável por manter as embarcações funcionando.

"Está faltando manutenção sim. Documentação, extintores vencidos, falta de eixo, hélice, tudo. A gente lida com vida, é muito perigoso", diz Alexandre Batista Machado, encarregado geral das balsas.

Cruzar o rio é o caminho mais rápido para ir de Delfinópolis para Cássia, Franca ou Ribeirão Preto. As duas balsas lacradas transportavam juntas 30 carros de uma vez. Agora, a única embarcação  que está operando leva apenas cinco carros por viagem e a circulação das balsas, o tráfego de caminhões, ônibus e veículos pesados foi interrompido.

Uma reunião foi marcada para a próxima semana entre o prefeito e representantes de Furnas Centrais Elétricas para discutir as ações para que as embarcações sejam regularizadas.
FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite