NOTÍCIAS

Polícia encontra corpo de jovem e população de Minas se revolta 04/11/2015
Moradores de Extrema (MG) incendiaram uma loja de roupas na noite de terça-feira (3) depois que o corpo da estudante Larissa Gonçalves de Souza, de 21 anos, que estava desaparecida desde o dia 23 de outubro,foi encontrado durante a tarde. Suspeito de envolvimento no crime, o dono da loja de roupas foi detido e interrogado pela polícia.

Após a prisão, centenas de pessoas saíram às ruas da cidade e cercaram a loja. Logo depois, atearam fogo no local, que ficou destruído.

O corpo da jovem foi encontrado por volta de 15h, já em avançado estado de decomposição, segundo informações, o  corpo da jovem teria sido encontrado na Serra do Lopo, que é conhecida por ser um ponto turístico em Extrema. Larissa foi encontrada dentro de um buraco e foi reconhecida pelos acessórios que utilizava.

Desaparecimento

Segundo a Polícia Militar, Larissa foi vista pela última vez próximo à rodoviária da cidade. Ela estaria dentro do veículo dela, quando foi abordada por um homem com uma tatuagem no rosto e uma mulher loira.

Ainda conforme a polícia, testemunhas disseram que o homem teria simulado estar armado e teria mandado a jovem para o banco de trás do veículo, assumindo a direção. O veículo foi encontrado abandonado pouco depois próximo a um ponto de ônibus. A chave do carro ainda foi encontrada na ignição.

Ainda segundo a polícia, não havia sinais de violência no veículo. Os livros da jovem, que estudava biomedicina na Universidade São Francisco, em Bragança Paulista (SP), também sumiram. A polícia investigava o caso e uma possível hipótese de sequestro não estava descartada.
FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite