NOTÍCIAS

Homem é morto a tiros no Jardim Guanabara 14/10/2015
Um homem foi morto na noite desta quarta-feira (14) no Jardim Guanabara. A vítima Fábio Henrique Goulart foi assassino com dois tiros que atingiram a cabeça e o ombro. O crime aconteceu no interior de uma casa na rua Bertolino de faria no Jardim Guanabara. 

A Polícia Militar foi acionada por volta das 19hs por uma mulher que afirmou que teria sido ela que efetuou os disparos. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram o corpo de Fábio dentro de um banheiro na casa. 

A jovem que ligou para o 190 afirmou que matou Fábio a tiros. Completamente descontrolada, JMG de 23 anos relatou que Fábio era amásio da mãe dela e que a tempos vinha sendo molestada sexualmente por ele. 

Em conversa com os policiais, a jovem informou que Fábio Goulart chegou a casa da mãe dela e estava armado. Aproveitando que ele havia se distraído, ela pegou a arma e efetuou os disparos. 

A Polícia Civil e a pericia estiveram no local e a jovem foi levada ao plantão policial. A versão da garota apresenta algumas divergências, que serão investigadas pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Durante o depoimento, a mulher afirmou que efetuou os disparos contra Fábio por volta das 10hs e que ele permaneceu na casa, vindo a perder a vida somente no inicio da noite. 

Os peritos porem encontraram uma marca de disparo na cabeça da vítima, o que impossibilitaria que a vítima sobrevivesse por muito tempo. O corpo de Fábio Goulart foi removido ao Instituto Médico Legal (IML). 

Vítima era suspeito de cometer homicídio no mês passado

Uma coincidência macabra liga a morte de Fábio Henrique Goulart a um crime que ele estaria sendo apontado como principal suspeito. No dia 14 de setembro, o lavrador Marcelo Resende Machado de 34 anos foi assassinado a tiros no Jardim Guanabara. 

O crime aconteceu na mesma rua Bertolino de Faria, onde uma testemunha afirmou ter visto Marcelo discutindo com um homem. As características do autor do disparo que matou Marcelo Resende eram semelhantes com a de Fábio Goulart

Fábio foi intimado a prestar depoimento na sede da DIG e poderia ter a prisão decretada dentro de alguns dias. Agora a setor de investigações da DIG continuará no caso e vai ouvir novos depoimentos da mulher que afirma ter matado Fábio Goulart. 

FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite