NOTÍCIAS

DIG prende autor de homicídio na Vila São Sebastião 17/09/2015
A Polícia Civil através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), localizou na tarde desta quinta-feira (17), o autor de um homicídio na madrugada da última terça-feira na Vila São Sebastião. Um homem de 57 anos confessou que matou o desempregado João Caetano dos Santos de 42 anos a golpes de faca. O motivo do crime foi uma discussão entre os dois que durou mais de 20 anos. 

Investigadores da DIG estiveram na Rua Claudio Silveira, mesma rua onde João Caetano foi assassinado e localizaram um morador, o desempregado JOP de 57 anos. Em conversa com o policiais, o homem confessou que matou João Caetano a golpes de faca depois de uma discussão entre eles no interior de um bar na Vila São Sebastião. 

O crime


O autor dos golpes de faca que mataram João Caetano relatou que os dois estavam no bar e beberam pinga durante boa parte da noite. Em determinado momento um fato do passado acabou acirrando a discussão. 

O desempregado JOP disse que a aproximadamente 20 anos, um irmão de João Caetano teria mantido um relacionamento amoroso com a esposa dele, o que causou revolta e sempre que encontrava com João Caetano o assunto voltava a ser comentado. 

Na madrugada de terça, após discutirem no bar, os dois saíram e continuaram a trocar ofensas na rua, momento em que JOP pegou uma faca que carregava e desferiu os golpes contra João Caetano. 

Após esfaquear o homem e vê-lo cair no chão, JOP saiu do local e jogou a faca em uma mata nos fundos do bairro. O homem foi para casa, na mesma rua do crime, e ficou por lá, como se nada tivesse acontecido. 

Na tarde de terça ele foi levado a delegacia e acabou indiciado no crime de homicídio qualificado. Apesar da gravidade do caso, o homem foi ouvido em depoimento e colocado em liberdade. A prisão dele vai depender do entendimento da justiça. 

Passado criminoso

A morte contra João Caetano não foi o primeiro homicídio cometido por JOP em Franca. Em 1987 ele matou um homem a tiros, também na Vila São Sebastião. Pelo crime, ele foi condenado e deixou a cadeia a apenas um ano. 

A ficha criminal do homem ainda consta passagens por roubos e furtos, todos praticados na mesma região. O próximo passo da Polícia Civil agora é fechar o inquérito e enviar para o Fórum, onde a justiça definirá o destino de JOP

FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite