NOTÍCIAS

Funcionário Público é preso vendendo medicamento de forma ilegal 03/03/2016
Uma operação da Polícia Militar de Ituverava, realizada na manhã de quarta-feira (2) resultou na apreensão de uma grande quantidade de medicamentos que estavam sobre a responsabilidade de um funcionário público da cidade.  Segundo a polícia, o homem esta envolvido nos crime de venda e adulteração de medicamentos terapêuticos. O funcionário público foi preso durante o expediente e trabalhava normalmente. 

Uma investigação do GAECO (Grupo de Apoio e Repressão ao Crime Organizado), do Ministério Público mostrou que o homem estaria armazenando e vendendo os medicamentos. Ao ser detido em seu local de trabalho, o funcionário público foi levado até em casa, onde foram encontrados os produtos ilegais. Todo o medicamento estava escondido no quarto do homem de 35 anos. Um caderno com a contabilidade sobre a venda dos medicamentos também foi localizado. Após ser levado a delegacia de Ituverava e autuado em flagrante, o homem foi preso e recolhido ao Centro de Detenção Provisória (CDP), de Franca. 

Foram apreendidos: 

05 caixas de STANOZOLAND DEPOT 30 ml cada
09 cartelas com 20 (unidades) de comprimidos PRAMIL 
18 cartelas com 10 unidades de comprimidos DIGRAM 
03 embalagens vazia de STANOZOLAND DEPOT 
02 frascos com 90 cápsulas cada de OXY ELITE POR 
19 vidros embalados com 10 ml cada de TRENBOLATE 
ACETATE - 40 caixas com 40 ampolas de 1 ml e 25 ampolas soltas com 1 ml  de DURATESTOLAND 250 mg – 10 
10 ampolas de LIPOSTABIL – 05 (cinco) caixas com frascos de 30 ml de STANOJECT 50

Todo o medicamento será periciado e o laudo entregue a Polícia Militar e ao Ministério Público. 

FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite