NOTÍCIAS

Autor de homicídio é condenado a 14 anos de prisão 25/02/2016
O autor de um homicídio cometido em Franca no ano de 2014 foi ao banco dos réus na manhã desta quinta-feira (25) no Fórum de Franca. O açougueiro JMA de 30 anos, conhecido como Alemão matou um homem de 53 anos e enterrou o corpo nos fundos de uma casa no Jardim Parati.  Na decisão, o réu foi condenado a 14 anos de prisão pelo crime de homicídio com requintes de crueldade. Familiares da vítima, José Rodrigues e do autor do crime e acompanharam a audiência e a sentença foi anunciada por volta das 14hs. JMA deixou o Fórum direto para o Centro de Detenção Provisória (CDP), a defesa do autor do crime ainda não informou se pretende recorrer da decisão. 

No dia 08 de agosto de 2014, o corpo de José Rodrigues foi encontrado enterrado nos fundos de uma casa na Rua Joaquim Garcia de Souza no Jardim Parati. A vítima estava com as mãos amarradas e havia um pedaço de cadarço no pescoço, sinais claros que José Rodrigues havia sido estrangulado.  A pericia encontrou também marcas de perfurações de faca no corpo de José Rodrigues. Pelo apurado pela polícia, A vítima e o autor do crime estariam morando no mesmo endereço e durante este tempo aconteceu um desentendimento a respeito do pagamento de alugueis que estariam em atraso. Durante a briga, o açougueiro JMA matou Rodrigues a facadas e chegou a estrangular a vítima. Após amarrar as mãos da vítima, JMA enterrou o corpo no fundo da casa. A Polícia Militar chegou ao local após denuncias anônimas e com o apoio dos bombeiros, o corpo foi desenterrado. 

O açougueiro, que foi apontado como o principal suspeito do crime, se apresentou dias depois na sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), e como estava fora do flagrante, foi ouvido em depoimento e liberado. No depoimento ao delegado Marcio Murari, o açougueiro contou detalhes de como cometeu o crime e disse que tentou se defender de Rodrigues. 
Com uma faca, matou o homem, amarrou as mãos e só enterrou o corpo na manhã do dia seguinte. A prisão de JMA aconteceu aproximadamente quatro meses depois, ele estava na região de Uberaba. 

A justiça agendou para a quinta-feira a realização do Júri que definiria o futuro do autor do crime. Pela decisão, JMA passará os próximos 14 anos recolhido ao sistema prisional. 

FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite