NOTÍCIAS

Padrasto de Joaquim já esta em liberdade 24/02/2016
O técnico em TI Guilherme Raymo Longo, acusado de matar o menino Joaquim Ponte Marques em 2013, compareceu ao Fórum de Ribeirão Preto na manhã desta quarta-feira (24), um dia após deixar a Penitenciária de Tremembé (SP). Longo foi assinar documentos e ser informado oficialmente sobre as condições para que permaneça em liberdade.
O acusado chegou a Ribeirão na noite de terça-feira (23) e foi levado por volta das 22h para a casa dos pais no Jardim Independência, perto da residência em que morou com Joaquim e Natália Longo, mãe da criança, também acusada e respondendo em liberdade. Longo conseguiu um habeas corpus do TJ-SP e foi liberado da Penitenciária 2 em Tremembé (SP) durante a tarde.

No Fórum,  Guilherme Longo não quis falar com a imprensa quando chegou nem quando saiu do prédio. Além de assinar documentos sobre as condições para a liberdade, o acusado foi advertido sobre as consequências de não seguir as regras da Justiça. "Caso não seja comprido, será revogada a liberdade", afirmou o advogado do réu, Antônio Carlos de Oliveira. Ele deverá comparecer até o dia 10 de cada mês ao cartório para justificar suas atividades, se comprometeu a não mudar de endereço ou deixar Ribeirão Preto sem prévia autorização judicial e ainda a pernoitar na residência em que mora, podendo se ausentar do local somente para trabalho, entre 6h e 22h.Habeas corpus

Preso em Tremembé desde janeiro de 2014, o padrasto conseguiu por unanimidade um habeas corpus da 1ª Câmara Criminal do TJ-SP, que considerou excessivo o prazo do processo. O Ministério Público informou que entrará com recurso contra o habeas corpus argumentando que a medida vai prejudicar o andamento do processo. Segundo o promotor Marcus Tulio Nicolino, a lentidão do caso foi provocada pela própria defesa de Guilherme Longo.

Informações do G1- Ribeirão
FONTE: francanoticias.com.br

nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite