COLUNA FATO'S

28/09/2020 - Voce tem fome de que?

Em um momento de muitas alterações nossa fome pode ser diferente a fisiológica, mas estar relacionado ao nível de estresse, meio ambiente, e vários outros fatores.
A fome fisiológica é aquela que precisamos nos alimentar para sobreviver. E se manifesta por exemplo, através de dor de cabeça, falta de concentração, irritação.  
A fome psicológica está relacionada ao nosso emocional, desejos e sentimentos. Relaciona-se à vontade, o social e o emocional. Você come por estar triste, chateado, cansado, alegre, quer comemorar, carência. 
Comer por impulso incontrolável gera a compulsão alimentar, com consequências além de obesidade, níveis mais graves como transtornos alimentares relacionados a anorexia, bulimia, síndrome do comer noturno. 
Alguns processos explicam a fome alimentar: liberação de cortisol, gasto de energia, redução de serotonina (hormônio do bem estar), habito social, hábitos de infância. 
É preciso investigar qual a origem de sua fome, comer para se saciar e não para se sentir importante, descontar uma raiva ou outro sentimento. Tenha consciência do gatilho que acionam essa vontade de comer. 
Para evitar que se sabote, e evitar confundir a fome fisiológica da fome emocional, é interessante alguns passos: 
1- Hidratar-se: reduzindo a ansiedade, o mau humor provocado pela fome, e consequentemente a quantidade de comida. Mas atenção faça pelo menos com meia hora antes de se alimentar. 
2- Jejum: A privação de alimentos pode provocar estresse e ansiedade. 
3- Café e chá sem adoçar: ajuda driblar a fome e sem açúcar exalta o sabor, além de trazer os benefícios aliados as plantas e folhagens 
4- Escolha de comidas: alimentos orgânicos, naturais, ricos em fibras. Proteinas magras e pouco carboidrato proporciona maior saciedade
5- Comer pouco e devagar:  coma com atenção a quantidade e qualidade, sem distração, sinalizando ao corpo suas necessidade. Torne fácil ter a disposição o alimento que te sacia e mais difícil aquele que apenas te enche.
6- Equilíbrio emocional; atividades relaxantes como meditação, caminhada, música, massagem.  Sem descontar sentimentos nos alimentos. 
7- Terapia: cuidar de sua saúde mental, se desprender dos gatilhos emocionais que te levam a se alimentar de modo compulsivo. Questione-se “eu realmente estou com fome ou estou me sabotando?” 
Exercícios físicos, meditação, momentos de descontração são respeitáveis aliados nesta fase.  Assim como a autorresponsabilidade por sua saúde física e mental. 
Lembre-se quando você se ama, e se cuida, sendo gentil e compassivo com si mesmo, e buscando levar ao outro o bem, a situação em sua volta transforma para que você possa atingir seus objetivos.

COMPARTILHAR:

01/09/2020 - Fisiologia da Vitoria

Já ouviu aquela expressão que mente e corpo devem andar alinhados? Enquanto você lê essa reflexão, como está sua postura? Como você está se sentindo?
O que vivemos em nosso corpo influencia em nossa mente. Corpo e mente estão ligados em um sistema único. Atividade física, alimentação, qualidade do sono, respiração são fatores que influenciam nossos pensamentos, comportamentos e sentimentos
A postura é um grande instrumento para a mudança do estado emocional e a produção do estado dinâmico e instantâneo para alcance da vitória. 
Sobrecarga no trabalho, posturas incorretas para as atividades, excesso de atividades tudo isso é influencia na relação corpo e mente, mas de manter uma postura correta, você terá benefícios como auto confiança, sensação de poder, boa respiração, perda de peso, aumento da capacidade de concentração, melhora na circulação sanguínea e de diversas complicações de saúde, redução do estresse, aumento da produtividade. 
Faça um exercício, por 3 minutos, sente-se na posição da obra “Pensador” de Rodin, com pernas descruzadas, punho cerrado, apoie um braço sobre a perna, testa franzida e respiração curta. Qual sua sensação???? 
Agora faça ao contrário, por 3 minutos, sente-se em postura ereta, braços esticados, cabeça erguida, sorriso no rosto e com uma voz de vitória vá dizendo “eu posso, eu consigo, eu sou uma pessoa poderosa”. Qual te deixou mais confiante em sua vitória??
Quando você muda a postura perante um obstáculo, seu corpo todo reage, você prepara seus estados psicológicos para enfrentar situações de estresse e melhorar seu desempenho. Seu foco passa do problema para a solução. O medo transforma em fé, o pessimismo em esperança, tristeza da espaço a vitória. Então só depende de como você quer reagir!
Cultivar hábitos e pensamentos positivos, fazer exercícios regularmente, fazer um check up de saúde, são bons aliados de quem busca a postura adequada e um estilo de vida mais saudável!
Se você quiser se sentir melhor mude agora sua fisiologia, melhore a postura e a respiração e perceba o resultado positivo em poucos instantes.
Quer uma dica? Uma forma de nos deixar ainda mais bonitos, e conquistar coisas na vida é manter a paz interior, alegria, amor, emoções positivas que nos fazem pessoas cheias de vida, e de Graça.

COMPARTILHAR:

Páginas:

  • 1
  • PSICOLOGIA, Universidade de Franca, 2003. FORMAÇÃO EM POLITICAS PUBLICAS E ESTRATÉGIAS, ADESG, 2007. POS GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA, UNIVERSIDADE DE FRANCA 2010. POS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DO TRANSITO, setembro 2011. RÁDIALISTA, DIRETORA DA RÁDIO VIDA NOVA FRANCA

    Sobre a Coluna


    nossanoite.com.br - 2002 - 2015 - Todos os direitos reservados desenvolvido por Alsite